Rodrigo Faro e Record TV são condenados pela justiça.

Rodrigo Faro e Record TV são condenados pela justiça.
A Record TV e o apresentador Rodrigo Faro foram condenados a indenizar um homem que teria ficado traumatizado após ser "instruído a ficar feio" e até ter sofrido tortura para participar de um quadro do extinto "O Melhor do Brasil", em 2011. 
O juiz Yale Mendes, da 7ª Vara Cível de Cuiabá (MT), ordenou que as partes paguem R$ 137 mil por danos morais e estéticos ao cuiabano Walmor Ferreira. Cabe recurso. 
Na ação, ele disse que foi instruído a ficar meses sem cortar a barba e o cabelo para poder gravar o quadro "Arruma meu Marido", em que os participantes recebem tratamentos para mudar o visual após súplica da esposa.
A atração foi ao ar e mostrou Walmor viajando de Cuiabá para São Paulo, onde passou por procedimentos estéticos, como limpeza de pele, aplicação de botox, corte de barba e cabelo e correção dos dentes. 
O grande problema teria acontecido durante o tratamento odontológico. "Ao invés de realizar o tratamento dentário, a clínica optou por extrair 12 dentes no período de dois dias, ocasionando-lhe tanta dor que nem imensas doses de anestésicos foram capazes de amenizá-la", afirma o texto da sentença. 
"O Requerente foi obrigado a fazer o molde da prótese dentária e a usá-la com a boca inchada e extremamente dolorida, tanto que, conforme afirmou na exordial, foi aconselhado a não fazer movimentos bruscos durante a conversa que teria com o apresentador Rodrigo Faro, uma vez que a prótese móvel poderia se soltar da gengiva”, completou.
 A cirurgiã dentista responsável explicou à Justiça que optou pela extração dos dentes devido à sua precariedade e pelo pouco tempo disponível até a exibição do programa.
Ainda segundo a ação, a Record TV teria tentado auxiliá-lo fornecendo uma nova prótese dentária móvel, enviada pelos Correios, mas que não fixava em sua boca. 
Em sua defesa, a emissora alegou que os argumentos eram "fantasiosos". Mas o juiz deu ganho de causa ao participante, em decisão na última quarta-feira (24). "Todos esses fatos levam à conclusão que o autor foi submetido à tortura física e emocional, o que não é possível admitir e considerar normal” apontou. 
Fonte: Na Telinha UOL.
Comentar
Siga-nos nas Redes Sociais
© Rede OrthoDents – Clínicas Odontológicas
R.T Dr. Gilmar Barros Fernandes Junior - CRO/PA 5388
EPAO: 785